Como prolongar a vida útil de tubos de aço em até 20 anos

Combinação de diferentes ferramentas químicas de última geração permite reparação de tubos de aço sem perda de produtividade e com aumento da vida útil.

Tubulações de aço, seja para o uso em transporte de gás, água, petróleo, águas residuais ou qualquer outro meio, têm um custo alto para a indústria. Por isso, vale a pena continuar a operá-los o maior tempo possível após o período de amortização e depreciação prevista.

Como o aço está constantemente exposto, externa ou internamente, aos efeitos corrosivos do ataque químico e estresse mecânico, os operadores de dutos habitualmente têm que lidar com trincas, furos e consequentemente com vazamentos.

Substituir completamente as seções afetadas dos tubos envolve uma paralisação da linha, mas existem alternativas para que as operações não sejam interrompidas.

Uma técnica de combinação de quatro diferentes tipos de ferramentas químicas tem se mostrado uma solução para reparos definitivos, que não interrompe a produção e oferece baixo custo de mão de obra.

Passo a passo:

1. O primeiro passo no processo de reparação consiste em limpar a superfície da área de reparo.

2. As superfícies metálicas são extremamente suscetíveis à ferrugem e é recomendável, em seguida, a aplicação de um anticorrosivo, como um tratamento de superfície proporcionando proteção temporária. Ele evita ferrugem antes do revestimento e melhora a resistência à corrosão no metal já revestido.

Como prolongar a vida útil de tubos de aço em até 20 anos

3. Em caso de defeitos onde o diâmetro do tubo original exterior precisa ser restaurado, é possível preencher as cavidades com um revestimento epóxi com partículas de metal que têm alta resistência à compressão. Como o Loctite® Superior Metal, por exemplo. É importante que seja um epóxi que resista à pressão, impacto e ambientes agressivos.

Como prolongar a vida útil de tubos de aço em até 20 anos

4. O tubo é, então, envolto com faixa de fibra de vidro e carbono de alta resistência, coberto por uma resina epóxi bi-componente com viscosidade especialmente adequada para impregnar a faixa e efetuar uma adesão duradoura com o metal. Esta combinação é na verdade um sistema de produtos, desenvolvidos para atuarem em sinergia. Portanto é importante destacar que a combinação de qualquer tipo de manta ou fita com resina não produzirá os mesmos resultados.

Como prolongar a vida útil de tubos de aço em até 20 anos

5. A seção reparada é, então, selada com uma cobertura spray de epóxi cerâmico, desenvolvida para proteger as superfícies metálicas contra ciclos térmicos e agentes abrasivos e corrosivos. Veja mais no post Corrosão: o câncer industrial – parte (1).

Como prolongar a vida útil de tubos de aço em até 20 anos

Com relação ao reparo em oleodutos e gasodutos, existem padrões específicos, segundo a norma ISO/TS 24817, que define os critérios de projeto, instalação, teste e inspeção. Recentemente, a DNV GL ― uma das três principais organizações de certificação do mundo para a indústria de petróleo e gás ― certificou as soluções desenvolvidas pela Henkel, para reparo de tubos de aço em conformidade com a ISO/TS 24871. Você pode ler mais sobre este interessante tema no post Com novas tecnologias para reparos, sua indústria não precisa mais gastar os tubos.

Com este tipo de abordagem, tubulações corroídas podem ser reparadas no próprio local, sem qualquer interrupção nas operações e até mesmo com alta pressão interna, evitando paradas e perdas. Além disso, a qualidade obtida pela reparação pode aumentar a vida útil dos tubos de aço em até 20 anos.