A Fórmula SAE é um dos mais significativos eventos de desenvolvimento de novos talentos despontando nas principais universidades de engenharia e afins. E também um excelente campo de provas para novas tecnologias em adesão industrial.

Em sua mais recente versão, um dos destaques é a Equipe Poli Racing de Fórmula SAE, composta por 30 estudantes, a maioria de engenharia da Escola Politécnica da USP, alguns de Mecatrônica e Elétrica. Um time completo em conhecimentos necessários para montar um carro avançado e competitivo.

01

A equipe foi fundada em 2008 e de lá para cá traz aperfeiçoamentos técnicos a cada nova edição de seu carro. O que aliás, é um dos pré-requisitos nos critérios de avaliação da fórmula SAE.

Nesta última edição da competição, o carro foi destaque na categoria Design do subsistema do motor, graças à aplicação de tecnologias de ponta, que nada devem aos carros que correm nas fórmulas profissionais.

Uma delas foi a fixação do anel da roda fônica de aço inox de 36 dentes no rotor de aço do motor com o fixador cilíndrico anaeróbico Loctite 638. Um desafio técnico de engenharia avançada, pois a peça gira a 8000 rotações por minuto e passa por gradientes muito grandes de aceleração e desaceleração.  A peça fica sujeita a altos esforços de torção.

02

Roda fônica e anel com 36 dentes fixado na peça com o Loctite 638

O Loctite 638 também foi utilizado para travar os pinos do eixo rígido e dos rolamentos do veículo.

03

Rolamentos da transmissão que ficam no mancal e os cubos das rodas foram fixados com Loctite 638

Para travamento de parafusos em todo o projeto, foi utilizado o trava roscas anaeróbico Loctite 243, escolhido pela sua especial resistência às temperaturas elevadas que um carro de competição precisa suportar.

O travamento por adesivo anaeróbico evita o afrouxamento por vibração, e isso foi especialmente útil nos parafusos de fixação da transmissão.

10

Parafusos do eixo rígido foram fixados com Loctite 243

Pela regra da competição todas as equipes precisam inserir em seus projetos um alternador de impacto. A Poli elaborou o seu em espuma de PU, com auxílio de um adesivo cianoacrilato (Loctite 435) para união de suas partes. A fixação ao corpo do veículo foi realizada com adesivos do tipo PU da marca Teroson.

04

Alternador de impacto de Poliuretano foi construído com ajuda de adesivos cianoacrilatos e fixado com adesivos do tipo PU.

A mesma tecnologia de adesão foi utilizada para fixar as placas laterais do carro e o assoalho, sem a necessidade de parafusos ou porcas o que contribuiu sensivelmente para a redução do peso do veículo.

05

Placas laterais e o assoalho foram fixados com adesivos PU marca Teroson

Uma interessante novidade tecnológica no projeto da Poli foi um coletor de admissão totalmente produzido em impressora 3D, mais funcional, mais compacto e mais leve. Na vedação de suas juntas assim como nas de exaustão, foi aplicado o silicone Loctite 598, especialmente projetado para aplicações automotivas. Sua utilização garantiu uma vedação mais eficiente, mas também reduziu a necessidade de elementos para fixação, contribuindo para a redução do peso, fator crítico na competição.

06

Coletor de admissão desenvolvido em impressora 3D e junta vedada com o Loctite 598

07

O silicone Loctite 598 também foi aplicado para fixação da tampa do cabeçote do motor e juntas internas no motor

Para vedar a junção do coletor de exaustão com o escapamento foi aplicado outro tipo de silicone, o Loctite 5920.

“Cada tipo de junta possui diferentes materiais e é sujeita a diferentes estresses químicos e térmicos. Por isso devem ser usadas formulações diferentes de silicones, pois cada um é mais adequado a determinadas situações. Para a seleção correta das soluções, recebemos consultoria técnica da Henkel, que patrocinou nosso projeto através da marca Loctite.” – completa André Pelisser – membro da equipe da Poli e responsável pelo projeto do motor.

08

O silicone Loctite 5920 foi utilizado para vedar a junção do coletor de exaustão com o escapamento

Veja o vídeo completo do projeto Poli Racing, com mais detalhes e depoimentos