Adesivos para vidros automotivos afetam a vida útil de todo o veículo

No post anterior, vimos que adesivos para vidros automotivos vão muito além da simples vedação e fixação, desempenhando papel essencial na proteção dos ocupantes do veículo em caso de colisão. Mas eles vão ainda mais além. Como é possível ver no diagrama a seguir, parte da área de fixação dos vidros dianteiros contribui para a integridade estrutural do veículo. As áreas demarcadas em vermelho são as que ajudam a suportar as forças de torsão a que o veículo é submetido.

Adesivos para vidros automotivos afetam a vida útil de todo o veículo

Por esse motivo, o adesivo do vidro dianteiro deve possuir um alto módulo de resistência à torsão. Isto pode aumentar a rigidez estrutural em até 40%!

Adesivos para vidros automotivos afetam a vida útil de todo o veículo

É interessante notar que o uso de adesivos para vidros com baixo módulo de resistência à torsão (inferior a 2.5 MPa) pode afetar outras áreas completamente diferentes do veículo.

Na imagem acima, podemos ver o resultado de um estresse excessivo sobre a base do chassi, forçando a ruptura de alguns pontos de solda e abrindo as portas para o ataque da corrosão.

Graças às novas gerações de adesivos que proporcionam estas características, a indústria automobilística tem conseguido utilizar chapas de metal mais finas, sem comprometer a integridade estrutural de seus veículos. Eles se tornam mais leves, ágeis e econômicos.