Hot Melt 2
Com o crescente aumento dos custos de mão de obra e peças de reposição, a indústria brasileira de embalagens tem buscado alternativas para aumentar a produtividade e competitividade de suas operações. Dentre as soluções para alcançar este objetivo, destaca-se a substituição da tradicional tecnologia de adesivos para fechamento de caixas à base de EVA por uma nova geração de adesivos Hot Melt mais eficientes, seguros e sustentáveis. Trata-se de uma tendência mundial, e que agora ganha uma ótima notícia local. A Henkel, fornecedora líder global em soluções de adesivos, selantes e tratamento de superfícies já iniciou a fabricação de uma solução totalmente desenvolvida no Brasil, que combina as vantagens dos Hot Melts de última geração com a acessibilidade de um produto feito no país e adequado às particularidades de sua indústria, inclusive no que se refere à conformidade com a legislação de  segurança dos alimentos.

O novo adesivo Technomelt Supra 175 é resultado dos investimentos da empresa em sua moderna fábrica de Jundiaí, onde vários outros adesivos para embalagens têm sido desenvolvidos e produzidos.

Seu grande destaque está no alto desempenho de adesão, com uma economia média de consumo de até 30% em relação a outros Hot Melts comumente utilizados.

Mas além disso, a redução de custos operacionais também pode acontecer através de outras características, altamente desejáveis:

– Estabilidade térmica: Hot Melts tradicionais tendem a apresentar mais problemas como gelificação, carbonização e rachaduras. Além de prejudicar a velocidade e qualidade da operação, isso compromete a vida útil dos bicos aplicadores, gerando mais custos de manutenção.


Henkel Technomelt Hot Melt kuumliimid

A alta estabilidade térmica permite uma operação mais eficiente, com maior vida útil
dos equipamentos.

– Derretimento rápido: economiza tempo no ajuste do maquinário e em sua reativação após paradas.
– Diversidade de substratos: as gerações mais antigas de adesivos termofusíveis convencionais possuem certas restrições quanto aos tipos de materiais em que podem ser aplicados. Desta forma, quando uma mesma linha de produção contempla diferentes tipos de embalagens, é necessário todo um processo de parada, limpeza e regulagem do maquinário para mudança de produto. Os adesivos Hot Melt de última geração minimizam estas restrições, e sua maior flexibilidade também reduz custos na gestão de estoque, pois não são necessários diferentes tipos de adesivos para cada tipo de embalagem.

– Baixo odor e névoa, eliminando a necessidade de cuidados adicionais no ambiente de trabalho.

– Alto tack inicial, garantindo uma linha de produção sempre em ótima velocidade.

– Tolerância ao frio e calor, conferindo alta qualidade no fechamento das embalagens.

Como podemos ver, várias dessas vantagens se combinam em sinergia para acelerar e simplificar o processo produtivo, o que irá consumir menos energia e contribuir para a redução  de emissões de CO2 na atmosfera.

Segundo Andre Baron, Head da área de Adesivos Industriais da Henkel para Brasil, Argentina e Chile, com esta iniciativa “a empresa consegue aliar alta tecnologia, segurança e eficiência, a um custo mais acessível e com suporte técnico local especializado”.

Hot Mel

À esquerda, coleiro utilizando Hot Mel convencional. À direita, coleiro operando com
adesivo da família Technomelt. Incidência muito menor de carbonização.